CPTM Destaques Linha 10 Linha 11 Linha 12 Linha 13 Linha 7 Linha 8 Linha 9

Transporte de bicicletas nos trens da CPTM triplica em uma década

Desde 2007 permitidas a bordo do último vagão dos trens e em horários específicos, as bicicletas já acumulam quase 60 mil embarques em 2019
Ciclista na Linha 9-Esmeralda da CPTM: movimento mais que triplicou em 10 anos (CPTM)

Há 12 anos, a CPTM decidiu liberar o embarque de bicicletas em seus trens aos fins de semana. A medida visava facilitar o deslocamento de ciclistas que passaram a ser numerosos graças aos bicicletários e ciclovias existentes em algumas estações. Entre janeiro e julho de 2009, 13,2 mil passageiros levaram suas bicicletas a bordo das composições, mostrando o acerto da decisão.

Agora, uma década depois, a CPTM registrou nada menos que 57 mil embarques entre janeiro e julho de 2019, ou seja, um aumento de mais de três vezes nesse período. O resultado reflete o aumento do uso desse tipo de modal em São Paulo que passou a contar com uma malha de ciclovias maior, mas também a ampliação do período de acesso aos trens, que desde 2015 podem receber bicicletas após as 20h30 em dias úteis.

Como o sistema é bastante carregado, a CPTM limita o embarque de quatro bicicletas por composição, que têm de viajar apenas no último vagão e desde que não prejudiquem o conforto de outros passageiros.

A campeã no transporte de bicicletas é a Linha 9-Esmeralda, não por acaso, uma das que mais possui bicicletários além de uma ciclovia à beira do Rio Pinheiros. Ela embarcou 17 mil bicicletas neste ano enquanto a Linha 10-Turquesa foi a segunda colocada com quase 15 mil embarques. A lanterninha é a Linha 13-Jade com 1,6 mil embarques muito em função da baixa demanda.

O uso de bicicletas para chegar às estações poderia dispensar os embaques caso houvesse um acordo entre a CPTM e, por exemplo, a prefeitura de São Paulo, que tem ciclovias que chegam até algumas paradas, mas que não possuem bicicletários como é o caso da estação Granja Julieta, na Zona Sul. Passageiros que chegam ao local de bicicletas não possuem um local seguro para deixá-las e seguir viagem nos trens ainda.

Confira o ranking de transporte de bicicletas por linha:

Ranking

2019

Nome da Linha Nº Ciclistas embarcados

1º sem. 2019

1º Lugar Linha 9-Esmeralda 17.025
2º Lugar Linha 10-Turquesa 14.991
3º Lugar Linha 11-Coral 7.323
4º Lugar Linha 12-Safira 7.127
5º Lugar Linha 8-Diamante 5.031
6º Lugar Linha 7-Rubi 3.996
7º Lugar Linha 13-Jade 1.590

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Um comentário

Click here to post a comment
  • Caro, ótimos dados! Você saberia dizer qual a fonte deles e qual o método utilizado pela CPTM para contar bicicletas? Pois normalmente o acesso é bem informal e nunca consegui identificar qualquer tipo de organização para obtenção destes dados. Abraço!

Airway