Trens da Linha 12-Safira passam a operar em nova plataforma na estação Calmon Viana

Foram realizados trabalhos prévios de manutenção para permitir a ativação da plataforma 3. A mudança facilitará a transferência com a Linha 11-Coral e permitirá a adoção de novas estratégias operacionais
Plataforma 3 da estação Calmon Viana (Jean Carlos)

A estação Calmon Viana da Linha 12-Safira passa desde a segunda-feira (6) por mudanças operacionais nas plataformas. A partir do começo desta semana os trens que têm como destino a estação Brás irão realizar parada na plataforma 3.

A parada terminal da Linha 12 também realiza o atendimento dos trens da Linha 11-Coral. A estação, que foi remodelada em gestões passadas, conta com quatro plataformas, mas que na prática só funcionava com apenas três delas.

Para operacionalizar a plataforma 3 foram necessárias uma série de adequações técnicas. Foram executados serviços na via permanente, rede aérea, sinalização e inclusive a demolição parcial do edifício histórico, o que permitiu a desobstrução de parte da plataforma.

Para o passageiro existem uma série de vantagens, como a possibilidade de transferência para os trens da Linha 11-Coral (sentido Estudantes) sem a necessidade de realizar a transposição pela passarela. Isso agiliza o tempo de viagem e traz mais conforto aos passageiros.

Atividades de manutenção na plataforma 3 de Calmon Viana (Jean Carlos)

Pelo lado operacional, a ativação da plataforma 3 abre uma série de novas estratégias que podem otimizar o tempo de viagem na Linha 12-Safira, bem como trazer benefícios para a manutenção, através de interdições programadas.

Segundo Vagner Rodrigues, gerente de operação da CPTM, “as áreas de Operação e Engenharia fazem estudos constantes pensando na melhoria da viagem e conforto aos passageiros. Além de tornar mais rápida a transferência entre trens, a nova dinâmica melhora o fluxo e garante também adequação da acessibilidade na estação”.

Total
0
Shares
Antes de comentar, leia os termos de uso dos comentários, por favor
5 comments
    1. Ficou ótimo sem ter que ficar correndo pela passarela lotada para pegar o estudantes, tanto na ida como na volta parabéns.

  1. Tem que usar as plataformas 3 e 4 nos horários de pico para que os trens não precisem parar antes da estação para que outro faça a manobra de retorno ao Brás, aí só nos horários de vale poderia ser usada somente a 3, pois não adianta nada usar a 3 e deixar a 4 sem uso, tem que usar as duas!

Comments are closed.

Previous Post

Estação Clínicas ganhará nome comercial associado

Next Post

Dona do terreno da sede do Sindicato dos Metroviários propôs acordo à entidade em fevereiro

Related Posts