Confira como está a estação Capuava da Linha 10-Turquesa após sua reabertura

Parada em Mauá (SP) passou por avanços significativos, mas obras ainda continuam. Operação com os ônibus do sistema PAESE foi encerrada
Estação Capuava reaberta (Jean Carlos)

A CPTM reabriu na última sexta-feira (15) a estação Capuava na Linha 10-Turquesa. A parada ferroviária ficou fechada desde o dia 14 de janeiro para que as obras de melhorias pudessem ser realizadas com maior celeridade.

O site esteve presente na estação no sábado (16) e pode ver uma série de melhorias estruturais na estação. Cabe citar que a estação Capuava foi reaberta ainda em obras, portanto o observado obtido ainda não é o final. Com a reabertura, a operação com os ônibus do sistema PAESE foi encerrada.

Primeiras impressões

Ao descer na estação a primeira impressão é bastante positiva. O piso da plataforma foi alterado e o vão entre os trens diminuído, promovendo maior acessibilidade. Foi instalado uma faixa amarela composta por piso podotátil e bordas antiderrapantes nos limites da plataforma.

Plataformas da estação Capuava (Jean Carlos)

A maioria do piso da plataforma é meramente uma cobertura de concreto, sem piso e bastante simplista se comparado com as demais estações. Agora as extremidades da estação contam com cobertura metálica  e bancos.

A nova cobertura é composta de material metálico e possui calhas para a drenagem de água da chuva. Foi instalado bandejamento para a passagem de cabos na parte superior, assim como nova iluminação.

Ao longo da estação ainda é possível ver que existem algumas intervenções em andamento e funcionários trabalhando nelas. Destaca-se aqui a expansão para a implantação dos novos banheiros na estação, que serão totalmente acessíveis.

Obras em andamento na estação Capuava (Jean Carlos)

Novas tubulações para a passagem de cabos e para o sistema hidráulico podem ser vistos por vários pontos da estação. Algumas paredes foram removidas enquanto novas estruturas foram implantadas.

Na região da linha de bloqueios da plataforma sentido Rio Grande da Serra havia a presença de duas catracas e de um portão. Marcações indicam que novos bloqueios deverão ser implantados. A bilheteria local não estava em funcionamento, o que pode ser um indicativo de sua desativação. 

Linha de bloqueios e bilheteria fechada em Capuava (Jean Carlos)

Para sair da estação os passageiros ainda utilizam os tradicionais torniquetes que estão localizados na extremidade leste da estação. Nesta mesma região também se localiza a passarela. 

Espera-se que com as obras os passageiros possam efetuar a troca de plataformas sem a necessidade de sair da estação. A mesma será dotada de elevadores para promover plena acessibilidade aos passageiros.

Obras na passarela da estação Capuava (Jean Carlos)

Como já exposto, a estação ainda deverá receber mais melhorias como a implantação da comunicação visual, atualmente inexistente, complementação das rotas táteis e melhorias no entorno da estação.

A modernização das estações está dividida em dois lotes, sendo o primeiro que contempla as estações Prefeito Saladino e Capuava e o segundo englobando as estações São Caetano do Sul e Utinga. No total o valor destas obras somadas chegam a quase R$ 83 milhões.

Saída da estação Capuava ainda com torniquetes (Jean Carlos)
Total
27
Shares
5 comments
    1. Para o numero de pessoas que utilizam essa estação, está ficando bom, até mesmo porque ainda continuam as obras e vão ser instalados elevadores e outras melhorias.

  1. Isso aí não passa de uma benzida.
    Há mais de dez anos a CPTM contratou projetos para a reconstrução de todas as estações dessa linha e até fez divulgação. Milhões foram gastos. Acredito que os projetos foram descartados. Ou seja: dinheiro no lixo!
    Parabéns ao PSDB.

Comments are closed.

Previous Post

Metrô volta a lançar concessão de áreas comerciais da Linha 3-Vermelha

Next Post

Veja como estão as obras de sinalização na Linha 10-Turquesa

Related Posts