Entenda como poderá ser a estação Catumbi da Linha 19-Celeste

Parada deverá atender ao público dos bairros entre o Rio Tietê e a Avenida Celso Garcia. A demanda estimada para a estação será de 15 mil passageiros por dia
Estação Catumbi deverá cruzar o Rio Tietê após Vila Maria (Jean Carlos)

Após a publicação do Estudo de Impacto Ambiental (EIA) da Linha 19-Celeste pelo Metrô, é possível ter um vislumbre mais detalhado das principais características de implantação das estações do trecho Bosque Maia-Anhangabaú.

Nesta matéria o foco estará na análise da estação Catumbi. A parada estará localizada entre as ruas Marcos Arruda e Joaquim Carlos, nas proximidades da Praça General Humberto de Souza Mello.

Localização da estação Catumbi (CMSP)

Segundo o EIA, a funcionalidade da estação está atrelada ao atendimento dos bairros entre o Rio Tietê e a Avenida Celso Garcia. O local possui uso industrial e residencial composto por vilas operárias e conjuntos habitacionais.

O Estudo de Impacto Ambiental destaca os seguintes equipamentos na região:

• Faculdade Cantareira;
• Centro de Formação em Segurança Urbana da Guarda Civil Metropolitana;
• Centro de Formação Profissional e Educação Ambiental;
• Clube da Comunidade Belenzinho;
• Departamento de Transportes Públicos;
• AME Maria Zélia – Belenzinho;
• INSS Maria Zélia – Belenzinho;
• EMEI Prof.ª Eldy Poli Bifone;
• EMEF Amélia Franco Bastos;
• Colégio Brasileiro Islâmico;
• Colégio Saint Claire.

Uma das principais características da região onde a estação será implantada é a presença de grandes lotes e quadras extensas. Este padrão está sofrendo graduais modificações devido ao surgimento de edifícios residenciais. A chegada da estação poderá fomentar ainda mais esta mudança na região.

Ainda segundo o EIA, nas próximas etapas do projeto poderá haver modificação quanto ao posicionamento do acesso sul. Essa alteração deverá ocorrer caso as intervenções viárias na região saiam do papel.

Planta e corte da estação Catumbi (CMSP)

A estação Catumbi deverá ter 19 metros de profundidade e será construída no método VCA (Vala a Céu Aberto). A demanda esperada para a estação, segundo dados do projeto funcional, será de 15 mil passageiros diários.

Confira também as demais matérias sobre as estações da Linha 19-Celeste:

Total
28
Shares
3 comments
  1. Poderia rolar uns posts como esse sobre as estações que vai sair do papel na Linha 15 (Boa Esperança, Jacu Pêssego e Ipiranga)

    1. Lucas, muito obrigado pelo comentário!

      Sim, podemos pensar em explorar com mais detalhes os projetos das demais estações além da Linha 19-Celeste.
      Existe uma forte expectativa de que a licitação para a estação Ipiranga saia ainda este ano.
      Caso ocorra certamente iremos cobrir os detalhes.

  2. A L19 vai deslocar duas garagens de ônibus o pátio próximo a Guarulhos e o estacionamento do vse 14 fica metrópole Paulista bras , e também onde estão guardado os ônibus vão para futuro museu maior da sptrans

Comments are closed.

Previous Post

ViaMobilidade afirma ter reformado banheiros de 28 estações das linhas 8 e 9

Next Post

Duas empresas apresentam propostas para implantar acesso Bela Cintra da estação Paulista

Related Posts